quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Mataram "Galego" em Camacan


Juliano Santos de Jesus, mas conhecido como (Galego), foi morto com disparos de arma de fogo, em uma estrada de chão(chamada de Rua do Sarampo), da rua São Francisco, próximo a uma torre da operadora OI. Tudo leva crer que os disparos foram a queima roupa, porque atingiram o rosto da vítima. O homicídio ocorreu na madrugada desta quinta-feira (13), mas a polícia ainda desconhece a autoria e sua motivação. 

O Major Penalva, Comandante da Polícia Militar de Camacan, informou que a vítima era envolvida com o uso e tráfico de drogas, com ramificação na Cidade Alta e, esta pode ter sido uma das principais causas que levaram a ocorrência do assassinato. O corpo foi encontrado por populares, que comunicaram de imediato à Central da Polícia Militar. 
A Guarnição foi ao local e identificou o corpo, na sequência solicitou a presença do Rabecão do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT), para trasladar e fazer os procedimentos de praxe. Este é o segundo caso de homicídio na cidade de Camacan em apenas 48 horas. As Polícias civil e militar já estão nas ruas investigando mais este homicídio.Com informações:Otempojornalismo.


0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.