sábado, 12 de maio de 2018

Investigadores confirmam o uso de submetralhadora no assassinato de Marielle


Na madrugada deste sábado foi feita a reconstituição do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, no Rio de Janeiro. Investigadores confirmaram que a arma usada no assassinato foi uma submetralhadora HK MP5, informa O Globo. 
“Por ser considerada obsoleta em comparações com modelos semelhantes, a HK MP5 não costuma estar entre as armas usadas em operações no Rio. Segundo um especialista, a submetralhadora deixa policiais em desvantagem durante confrontos com traficantes porque seus disparos não têm longo alcance. Pelo mundo, ocasionalmente é adotada em intervenções contraterroristas. No Brasil, grupos de elite das Forças Armadas a utilizam, e no Rio, especificamente, é empregada por equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil em escolta de presos ou incursões cirúrgicas a comunidades conflagradas.”

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.