quinta-feira, 17 de maio de 2018

Camacan está entre os municípios com mandado de busca e apreensão na BA em operação nacional de combate à pedofilia

 Vinte e seis mandados de busca e apreensão são cumpridos na Bahia nesta quinta-feira (17), na Operação Luz na Infância 2, que acontece em 24 estados e no Distrito Federal.Considerada uma das maiores ações do mundo de combate à pedofilia, a ação intitulada Luz da Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado.

Segundo a Polícia Civil na Bahia, os mandados são cumpridos em Salvador,Camaçari,Feira de Santana,Poções,Camacan,Ilhéus, Itagimirim e na Ilha de Itaparica. Também há suspeitos que são detidos em flagrante, mas o número de presos não foi divulgado. Mais informações devem ser divulgadas ao longo do dia.
As equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. 
Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MESP), com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva. 
A investigação durante quatro meses foi repassada às polícias civis, em especial delegacias de proteção à criança e ao adolescente e repressão a crimes informáticos, que instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais a expedição dos mandados. 

Segundo o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética, Alessandro Barreto, o perfil dos presos é variado e inclui “pessoas acima de qualquer suspeita”, como advogados, profissionais da área de saúde e de educação. As idades vão de 20 anos a mais de 65 anos, incluindo aposentados….
Na primeira edição da Operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Durante a apreensão desses materiais nos 24 estados e DF, foram identificadas e presas 112 pessoas que utilizavam esses equipamentos para produzir, guardar ou compartilhar conteúdos de pedofilia na internet.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.