terça-feira, 1 de agosto de 2017

Cacau pode recuperar a produção

 A lavoura de cacau baiana poderia recuperar até 60 mil toneladas na safra principal, que se inicia em setembro, se o produtor fizesse adubação em agosto e setembro, e a limpeza de área com retirada de plantas invasoras.

Com isso, a Bahia retomaria a liderança na produção nacional, perdida neste ano para o Pará. É o que diz um pesquisador para quem somente assim seria possível elevar os níveis de produtividade.Hoje ela está abaixo de 40 arrobas por hectare. Um estudo foi publicado no site da Ceplac pelos técnicos Rosalina Ramos Midlej e Lindolfo Pereira dos Santos Filho.Ele mostra que a formação do preço do cacau (determinado nas bolsas de Nova York e Londres) não tem nenhuma relação com os custos de produção e expõe o sistema do cultivo, tornando-o vulnerável às oscilações.Os contratos futuros do cacau encerraram a última semana com alta acumulada de mais de 4% em Nova York. Na sexta-feira, os papéis com vencimento em dezembro subiram US$ 52, para US$ 2.086 a tonelada.Nesta segunda o cacau na Bolsa de Nova York foi cotado a US$ 2.070,50, com novos sinais de aumento na demanda mundial. Em Ilhéus e Itabuna a arroba teve seu preço fixado em R$ 102.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.