terça-feira, 29 de novembro de 2016

Confira a trajetória da Chapecoense

Créditos: Divulgação/Umbro
Clube até então sem expressão, a Associação Chapecoense de Futebol iniciou sua ascensão no cenário esportivo nacional em 2009 disputando a Série D. Em 2014, chegou à Série A. A tragédia desta terça (29), na Colômbia, no entanto, pode afetar a trajetória de sucesso da equipe. 
Fundado em 1973 a partir da união de antigos clubes da cidade de Chapecó, em Santa Catarina, o clube conquistou o primeiro campeonato catarinense em 1977. Foi campeão estadual em 1996, 2007, 2011 e 2016. Viveu momentos de crise financeira no início dos anos 2000, mas se reestruturou a partir de 2005. 
A Chapecoense estreou no Campeonato Brasileiro em 1978, ficando na 53ª posição. Mas foi em 2009, na estreia da Série D, que a equipe iniciou sua ascensão. Com a conquista do terceiro lugar, os catarinenses garantiram o acesso à Série C em 2010. A equipe permaneceu por três anos na terceira divisão, conquistando uma vaga na Série B em 2012. Na segunda divisão, a passagem foi rápida, apenas um ano, em 2013 conquistou o vice-campeonato e alcançou a elite do futebol nacional.

A equipe do oeste catarinense estreou no Brasileirão em 2014, conseguindo se manter na Série A com o 15º lugar. Em 2015, em mais uma campanha regular, ficou na 14º posição. Faltando apenas uma rodada para o fim do Brasileirão de 2016, o clube está na nona colocação, à frente de tradicionais clubes como São Paulo, Fluminense e Cruzeiro. 
O sonho sul-americano       
A Chapecoense disputava pela segunda vez consecutiva a Copa Sul-Americana, a primeira foi em 2015. A grande final marcada para esta quarta-feira (30) era contra o Atlético Nacional da Colômbia, mas diante do desastre a partida foi suspensa. Como homenagem ao Chape, o Atlético solicitou a Conmebol, entidade organizadora do campeonato, que o título seja entregue à equipe catarinense.

Ao ser eliminado na terceira fase da Copa do Brasil, a Chape acabou conseguindo mais uma chance de disputar a Sul-Americana. Na primeira fase passou pela equipe do Cuiabá, se classificando para as oitavas de final. Enfrentou então o Independiente da Argentina, conquistando a vaga nos pênaltis. Nas quartas de final, a Chapecoense passou pelo Junior de Barranquilla, da Colômbia. Na semifinal, a equipe catarinense passou pelos também argentinos do San Lorenzo, time do Papa Francisco. A final seria contra o Atlético Nacional, atual campeão da Copa Libertadores da América. 
A perspectiva era positiva. Em 2015, em sua primeira participação na competição, a equipe surpreendeu, foi eliminada nas quartas de final pelos argentinos do River Plate.
A equipe estreou na Copa Sul-Americana passando pela Ponte Preta. Disputou as oitavas de final contra os paraguaios do Libertad, vencendo nos pênaltis. Valente, o Verdão conquistou uma inédita vaga nas quartas de final da competição contra o gigante argentino do River Plate. Apesar de ter vencido a final em Chapecó por 2 a 1, perdeu a primeira partida, fora de casa, por 3 a 1, sendo eliminado.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.