sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

CAMACAN: SUPERLOTAÇÃO LEVA FUNDAÇÃO HOSPITALAR A TOMAR MEDIDAS DE URGÊNCIA

cama

Diante do cenário de superlotação que a Fundação Hospitalar de Camacan (FHC) se encontra por conta da epidemia de Dengue, Chikungunya e Zica Vírus, que tem castigado não somente a população local mas toda região, a direção da Fundação Hospitalar de Camacan resolveu tomar algumas medidas de urgência: adaptação para um novo Pronto Socorro e contratação de novos profissionais para atender à demanda, além do remanejamento dos colaboradores da instituição.Apenas em um final de semana a Fundação Hospitalar chegou a realizar 847 atendimentos e contabilizar 647 pessoas medicadas, especialmente para a reidratação.Levando em consideração que a superlotação está obrigando os profissionais da Fundação Hospitalar a internar pacientes nas salas de pediatria da instituição, além do aumento excessivo no número de exames e consumo de material, Dr. Almir acrescenta que as instalações do Hospital Amec (Assistência Médica Cirúrgica de Camacan) foram cedidas para, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, abrigar uma espécie de QG da Dengue, com previsão de instalações para um atendimento médico especializado.“Essa decisão foi tomada para colaborar com a população como um todo. Cirurgias eletivas estão sendo suspensas na Fundação para atender ao paciente vítima da epidemia, mas os demais precisam ter os seus direitos à assistência e tratamentos garantidos”, afirma Dr. Almir.“Não temos medido esforços para atender à demanda com a mesma qualidade e eficiência em todos os nossos serviços, e tenho certeza que juntos iremos superar este momento atípico”, frisou ele.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.