quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Saiba como o Natal é celebrado (ou não) em diferentes religiões

natal 2
Redação VN 
Se o Natal é uma época de celebrações para a imensa maioria das religiões cristãs, principalmente no catolicismo, nem todas as outras doutrinas a tradição natalina é igual. Há aquelas que fazem apenas uma menção e outras que nem fazem qualquer referência ao dia 25 de Dezembro.
O VN listou a visão da data a partir da doutrina de 10 religiões ao redor do mundo. Veja:
1- JudaísmoOs judeus não reconhecem Jesus Cristo como o Filho de Deus, por isso não comemoram seu nascimento. Por vezes,  visto que os judeus seguem o calendário lunar, eles realizam o Chanuká, ou a Festa das Luzes, que coincide com período do Natal. Ela relembra a reinauguração do Grande Templo de Jerusalém, que foi reconquistado pelos judeus depois de 3 anos de guerras. Quando foi retomado, o local tinha várias imagens pagãs e sediava costumes profanos. Para purificá-lo, foi necessário acender diversas luzes. Por isso, o principal símbolo do chanuká, que dura 8 dias, é a menorá (candelabro judaico). As oito velas que o adornam são acesas, uma a cada dia, durante a festividade.
2- Budismo: Cristo nem sequer é mencionado pelos textos sagrados desta religião. Por isso, o dia 25 de Dezembro passa desapercebido para os seguidores dessa religião.
3- Hinduísmo: O Natal é comemorado, pois eles acreditam que Cristo foi um avatar (encarnação de Vishnu, uma das divindades mais importantes dessa cultura). O dia 25 de dezembro é reservado para  comemoração da Festa das Luzes, pois eles creem que neste dia o nascimento da luz venceu a escuridão.
4- Islamismo: Apesar de reconhecerem Cristo como um profeta, não há qualquer celebração no dia de Natal, pois os adeptos dessa religião não acreditam que Jesus seja filho de Deus.
5- Kemetismo: Não há qualquer celebração para o dia 25, mas essa religião do Antigo Egito celebra no dia 21 de Dezembro o Dia do Retorno da Deusa Errante, desde 4.500 a.C e também retorno da deusa Hathor a seu pai Ra, e a restauração de sua relação.
6- Umbanda: Nessa religião existe uma associação entre Cristo e Oxalá, que é maior de todos os Orixás, pelo sincretismo religioso que foi iniciado na época da escravidão no Brasil. No dia 25 de dezembro, os umbandistas agradecem à entidade que, segundo sua crença, comanda todas as forças da natureza.
7- Wicca: A religião das bruxas, que existe desde os tempos pré-cristão, os adeptos dessas tradições pagãs comemoram o solstício de inverno, batizada de Yule, no dia 21 de dezembro. As comemorações vão até janeiro, e deram origem às festas de fim de ano adaptadas pela cultura cristã ocidental.
8- Zoroastrismo: Religião que é baseada principalmente na luta do bem, representado pela entidade Zaratustra contra o mal. Os adeptos desta seita que, foi fundada na antiga Pérsia, relembram o aniversário de morte de Zaratustra no 26 de dezembro, um dia depois do Natal. É o dia mais importante do calendário dos fiéis, que aproveitam para recitar preces e visitar templos de adoração. Ou seja, o dia 25 não é celebrado.
9- Neopagãos: O grupo que idolatra os famosos deuses da Roma Antiga, que foram incorporados pelos romanos através da cultura grega, celebra as tradicionais festas da Saturnália, que coincidem com o solstício de inverno (21 de dezembro), ou seja dia 25 é um dia comum para eles.
10- Testemunhas de Jeová: Única religião cristã que não celebra o Natal. Os seus seguidores entendem que festas de aniversário são um costume pagão, e que apesar de prestarem devoção a Cristo, não fazem qualquer comemoração no dia 25 de dezembro. Elas preferem negligenciar a data também porque não há nada na Bíblia que ateste ser este o dia do nascimento de Jesus.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.