segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Prefeitura gasta R$ 88 mil com programa “Almoço com o Prefeito”



Enquanto isso, em Canavieiras... moradores denunciam que no Hospital Municipal Régis Pacheco, mantido pela prefeitura, falta alimentação, falta remédios, falta raio-x, falta ambulância, falta macas, faltas lençóis, leitos hospitalares etc. Aqui, caro leitor, o governo da reconstrução, opera a chamada “ambulancioterapia”, levando pacientes diariamente a Ilhéus e Itabuna. Uma vergonha!

Agora, eu não entendo, como é que não tem dinheiro pra dar ao Hospital Municipal Régis Pacheco condições dignas de funcionamento e tem pra outros setores do governo que, nem de longe, podem ter a sua importância comparada à importância de um hospital como o Hospital Municipal Régis Pacheco.

Não se diz que governar é administrar prioridades? O que, em Canavieiras de hoje é mais prioritário do que o Hospital Municipal Régis Pacheco?

Por mim, enquanto não tivesse condições financeiras de garantir um atendimento hospitalar digno no Hospital Municipal Régis Pacheco, no seu dia-a-dia, o prefeito não deveria aplicar em qualquer outro setor da administração um único centavo da limitada e insuficiente arrecadação desta pobre Canavieiras falida.

Quem sabe... se o prefeito exonerasse secretários e vários penduricalhos comissionados sem serventia nenhuma a não ser como cabide de emprego para os apaniguados. Então sobraria dinheiro para atender à saúde pública.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.